sábado, 29 de novembro de 2014

FOTOS DOS 80 ANOS DO LONDRINA - NORTE DO PARANÁ


Especial Londrina 80 anos - FOLHA DE LONDRINA



1ª Década (1934 a 1943)
'De inspetoria de quarteirão saltou logo para município'

A chegada da expedição inglesa, em agosto de 1929, é o marco oficial da fundação de Londrina, a 'fronteira urbana cujo poder de atração não cessaria'

2ª Década (1944 - 1953)

'Do latifúndio para a nova 'Capital do Café'
Londrina começa em 1944 uma fase de grande euforia, pela renda do café e a visão dos prefeitos da necessidade de um novo planejamento urbano e mais serviços essenciais



3ª Década (1954 a 1963)
Ascensão política e luta pelos cursos superiores
Londrina conquista mais vagas no cenário político estadual e federal; na educação primeiras faculdades são aprovadas



4ª Década (1964 a 1973)

A terceira cidade do Sul busca alternativa ao café
"Manter nossos cafezais em zonas logicamente recomendáveis" e "paralelamente diversificar", sugere a Rural. "Urge iniciar a implantação bem planejada de indústrias", visão da ACL



5ª Década (1974 a 1983)

A maior integração urbana e até um distrito industrial

Alto conceito da cidade no BNH permitiu sucessivos empréstimos e programas inovadores. E os conjuntos habitacionais chegaram à região norte

6ª Década (1984 a 1993)

Superando crises e erguendo prédios
Cinquentenário combina diversificação agrícola com a "largada" das construtoras, que chegam a 75 mil m² mensais
Reportagem Local

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Londrina e os pés-vermelhos ( homenagem aos pioneiros )

FOLHA DE LONDRINA

WALMOR MACARINI


A lama vermelha e grudenta prendia à terra os que chegavam, impedindo que pudessem voltar. Mesmo que alguém quisesse libertar-se dela não mais conseguia. A terra tingiu-lhes de vermelho os pés, porque era a marca para que ninguém se dispersasse. Começava aí a nascer em Londrina a "República dos pés-vermelhos". Uma civilização predestinada a aqui aportar, derrubar a mata até onde necessário e plantar, porque era fértil a terra, e construir a cidade. Os machados expeliam o aroma das árvores derrubadas e as onças espreitavam pelos cantos da mata, em prudente distância.

Aquele troar de machados e foices ecoou floresta afora, atravessou as fronteiras do Estado e foi ouvido em São Paulo, nas Minas Gerais, na Europa e até no Japão. E desses pontos começaram a chegar grandes levas de pessoas que vinham ver que barulho era aquele, com araras grasnando e onças correndo. E aqueles mais que iam chegando pegaram também em machados, foices e facões, e então o barulho foi ainda mais ensurdecedor. Mais gente ouviu e mais gente veio. De todos os cantos da mata foram apontando cabeças.

Já havia duas mil, e foi então que um gaiato fincou à entrada da aldeia aquela placa: "Iguais a você já tem aqui dois mil. Volte". Quem não sabia ler foi entrando, sem entender, e quem leu e entendeu deu de ombros. Quando se viu, os que haviam chegado já somavam dois mil vezes dois mil. Foi-lhes revelado que aqui dinheiro dava em árvores, e que essa árvore era verde e os frutos vermelhos como o solo. E não era mentira o que haviam propagandeado, porque as árvores ocuparam o lugar das perobas e aqueles grãos esparramaram-se pelas tulhas e encheram os armazéns.

A esse povoado deram o nome de Londrina, gentílico de Londres, porque foi de lá que vieram os loteadores. Yes! A nação dos pés-vermelhos começava a consolidar o seu império. Os que chegaram primeiro abriram as picadas na mata, espantaram as onças e deixaram o lugar muito bom de se morar. Nesses 80 anos da agora metrópole, a nossa gratidão a esses intrépidos desbravadores. Eles pisaram este solo e o fizeram sagrado.

WALMOR MACARINI é jornalista em Londrina.

sábado, 8 de novembro de 2014

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

JOSÉ MAKIOLKE ZEZÃO LOCUTOR E APRESENTADOR DE TV E RÁDIO - LONDRINA - PR. DÉCADA DE 70


José Makiolke o Zezão. Apresentador da TV Coroados nos anos 70. Clube da Notícia, Jornal das Sete e Espera Jornal Nacional. Fonte blog do Zezão.













INAUGURAÇÃO DA TV TROPICAL

 

FOTO DO LAGO IGAPÓ LONDRINA EM 1959

09.12.1984 - Palco Flutuante no Lago Igapó - Festividades pelo Cinquentenário de Londrina. Queima extraordinária de fogos, a exemplo do Jubileu de Prata, comemorado em 1959. (eu estava lá em 84 - kkk))

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Rei Momo DINHO - Geraldo Julio. Carnaval dE Londrina 1968

1968 - Rei Momo DINHO - Geraldo Julio. Carnaval do Londrina Country Club

TIA LUCY RIBAS E JOSÉ MAKIOLKE - ÍDOLOS DOS ANOS 60 a 90 NORTE DO PARANÁ


Mais TV Coroados. Agora a Tia Lucy Ribas. A nossa Xuxa dos anos 60 e 70. Fotos do arquivo do Zezão.  Arquivo do Otacílio, que era câmera.

SITE HISTÓRIA DE LONDRINA É UMA MEMÓRIA VIVA DA CIDADE: PARTICIPE

CLIQUE http://historiadelondrina.blogspot.com.br/






FOTO DA CATEDRAL DE LONDRINA ANTIGA DÉCADA DE 50 ANTIGA E LINDA


LONDRINA 1950 FOTO DA PRAÇA CENTRAL

PRAÇA WILLIE DAVIDS - DEC 50 - Rua Maranhão x Rua Minas Gerais - foto: museu Histórico de Londrina