quarta-feira, 23 de outubro de 2013

JOSÉ JULIANI - UM DOS HERÓIS DE LONDRINA - HOMENAGEM PÓSTUMA

PIONEIRO E PRIMEIRO FOTÓGRAFO 



































* 04/02/1896  +  03/05/1976



































FOTOS RARAS E ANTIGAS - HISTÓRICAS E IMPORTANTES DE LONDRINA

FOTOS JOSÉ JULIANI  e  MUSEU HISTÓRICO DE LONDRINA











LONDRINA - DÉCADA DE 30




































CAIXA D´ÁGUA DO CENTRO - 1934














UMA DAS PRIMEIRAS  CASAS DO CONTRO - 1932





































SALTO CAMBEZINHO EM 1933 - SERTÃO TOTAL














CASA DE PALMITO DE 1932 - CENTRO DA CIDADE















SERRARIA - 1934

















GRUPO DE JAPONESES EM 1929














FAMÍLIA RICA CHEGA PARA COMPRAR TERRAS - DÉCADA DE 30














PIONEIRO SE INSTALA NO CENTRO DA CIDADE - SÓ HAVIA MATO E BICHO - 1932
















JOCKEI  CLUB 1952















JOÃO STRASS ALEGRE COM A FERTILIDADE DA TERRA














PONTE PARA O TREM NO TIBAGI EM 1932















PAU D´ÁLHO NO CENTRO -  1936














HOTEL GERMANIA EM 1935





































JOSÉ JULIANI
















FUNCIONÁRIOS DA COMPANHIA EM 1935

PRIMEIROS PIONEIROS DE LONDRINA POR NACIONALIDADE

DE  1930 A 1945 FORAM ESTES OS PRIMEIROS PIONEIROS,
POR NACIONALIDADE:

1266 - BRASILEIROS
479  -  ALEMÃES
476 - ITALIANOS
434 - JAPONESES
216 - ESPANHÓIS
156 - PORTUGUESES
98 - POLONESES
75 - HÚNGAROS
60 - UCRANIANOS
41 - TCHECOS
32 - RUSSOS
20 - AUSTRÍACOS
19 - SUÍÇOS
15 - LITUANOS
8 - ROMENOS
6 - IUGOSLAVOS
6 - INGLESES
21 - OUTRAS NACIONALIDADES

FOTO: FAMÍLIA DO FOTÓGRAFO HANS KOPP

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

FOTOS DE 1960 DA ANTIGA CATEDRAL DE LONDRINA ( LINDA ) INÉDITAS

ESTA CATEDRAL ERA MUITO... MUITO... MAIS BONITA... FOTOS "RETOCADAS" POR JOSÉ CARLOS FARINA.





















































VÍDEO - O MECÂNICO DE MAQUINAS MAIS ANTIGO DE LONDRINA

VÍDEO - O SAPATEIRO MAIS ANTIGO DE LONDRINA

VÍDEO - O BARBEIRO MAIS ANTIGO DE LONDRINA

VÍDEO - O BAR MAIS ANTIGO DE LONDRINA

BAR ESTORIL DE LONDRINA - 50 ANOS

Anibal Vieira da Cruz -  foto de Rui Porto.

CLIQUE NAS LETRAS AZUIS  PARA VER A FOTO
Bar Estoril localizado no Edif. Centro Comercial de Londrina comemora 50 anos.
Hamilton Luiz Nassif (dentista), Lucílio Anacleto (proprietário) e Jota Oliveira (jornalista) na frente do Estoril Drink Bar, no Edf. Centro Comercial (Londrina) em foto feita no ano de 2000. Este ano, o bar completa 50 anos de ótimos serviços prestados. Faz parte da história de Londrina.

HAROLDO ROMANO, PIONEIRO DO RÁDIO E TV EM LONDRINA

HAROLDO ROMANO, pioneiro do rádio e TV de Londrina.  Em Curitiba, conversei longamente com o amigo HAROLDO ROMANO, 76 anos, relembrando fatos de Londrina. Começou na Rádio Londrina, em 1954, ainda na rua Goiás e a primeira emissora da cidade. Em 1963, estreou naTV-Coroados, Canal 3, como apresentador e sua primeira notícia foi a morte do presidente dos EUA, John Kennedy. Trabalhou em todas emissoras de rádio de Londrina. Hoje, mora em Curitiba, aposentado, fica feliz quando encontra pé-vermelho na Boca Maldita pra dar notícias de Londrina. E manda abraços a todos amigos e companheiros da época. NAHIN LIBOS

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

HISTÓRIA DO LAGO IGAPÓ DE LONDRINA


LONDRITUR

INFORMAÇÃO

  • Uma das mais belas áreas de lazer que os londrinenses e demais pessoas que 
  • passam por Londrina podem desfrutar é o Lago Igapó, cujo nome, na língua tupi, 
  • significa transvazamento de rios.  
  • O Lago foi projetado em 1957, na gestão de Antonio F. Sobrinho, como uma 
  • solução para o problema da drenagem do ribeirão Cambezinho, dificultada por
  •  uma barragem natural de pedra. Inicialmente pensou-sem em dinamitar a barragem,
  •  mas prevaleceu a idéia de formar um lago.
  • O Igapó foi inaugurado em 10 de dezembro de 1959, dia do Jubileu de Prata
  •  de Londrina, juntamente com a estação de saneamento. Após um período 
  • de certo abandono, foi elaborado um projeto de revitalização do Lago, na gestão
  •  de Dalton Paranaguá. Foram construídos o Zerão (área de Lazer Luigi Borguesi) 
  • e Centro Social Urbano. O projeto, de Burle Marx, incluia um jardim com 187 espé-
  • cies  de plantas nativas.
  • É um local de lazer, que além da represa, propicia a prática de esportes náuticos. 
  • Possui uma vasta área urbanizada, pista de aeromodelismo e foto clube.
  • Em 1996, o lago foi esvaziado, limpo e teve suas margens revitalizadas, ganhan-
  • do a  ciclovia, o Teatro do Lago e Jardins.
LAZER

  • Formado a partir do represamento do Ribeirão Cambezinho, o Lago Igapó está
  •  localizado no centro da cidade, e concentra uma grande variedade de esportes 
  • náuticos. É possível praticar no lago esportes como wake board, esqui aquático, 
  • canoagem, caiaque, caiaque pólo, remo, Jet ski, entre outros.
LOCALIZAÇÃO
• Lago Igapó I 
Próximo à Prefeitura Municipal, junto à barragem


• Lago Igapó II 
Entre a Av. Higienópolis e continuação da Av. Maringá 



• Lago Igapó III 
Final da Av. Maringá até Rua Prefeito Faria Lima, caminho da UEL

HISTÓRIA DA CATEDRAL METROPOLITANA DE LONDRINA

A Catedral de Londrina passou por três construções, o que causou uma enorme mudança desde sua forma original. A primeira Catedral foi construída em madeira no ano de 1934 e o primeiro vigário foi o Padre Carlos Dietz .  Em 1943 foi inaugurada a Catedral de alvenaria, que mais tarde foi demolida em parte, para dar lugar à nova Catedral, construída em 1970. Resta apenas uma pequena parte da antiga construção. Em fevereiro de 1967, A paróquia de Londrina foi elevada a categoria de Diocese, assumindo seu primeiro Bispo Dom Geraldo Fernandes. Em novembro de 1970 foi elevada a arquidiocese. Dom Geraldo Fernandes foi também Arcebispo. Pe. Carlos Dietz: alemão, foi o primeiro vigário da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, a primeira de Londrina. Ficou até 1936, quando assumiu o Pe. Germano Mayer.  N.Com | PML - Foto: Emerson Zanoti

PARQUE ECOLÓGICO DR. DAISAKU IKEDA

A Unidade de Conservação Parque Ecológico Dr. Daisaku Ikeda foi criada em novembro de 1999 e inaugurada em setembro de 2000. O nome do Parque da Usina Três Bocas homenageia Dr. Daisaku Ikeda, líder budista, filósofo, poeta e educador, presidente da ONG Soka Gakkai Internacional, filiada à ONU.  O Parque está localizado à aproximadamente 12 Km do centro de Londrina, na Rodovia João Alves da Rocha, estrada para o distrito de Maravilha, às margens do Ribeirão Três Bocas. Sua área total abrange 51, 28 alqueires e preserva como ponto turístico a antiga Usina Três Bocas, segunda usina hidrelétrica do município de Londrina, implantada em 1943 pela Companhia Paranaense de Energia Elétrica e desativada em 1983. O parque conta ainda com quiosque, parque infantil e um mirante. A SEMA é responsável pelo projeto de revitalização da área, pelo monitoramento da fauna e flora local, além do desenvolvimento de programas de Educação Ambiental.  A cobertura vegetal é composta principalmente por matas nativas. Quanto à fauna, foram identificadas 96 espécies de aves na área do parque, dentre elas socós, garças, patos, galinhas d'água, maçaricos, martins-pescador, bem-te-vis, sabiás, papagaios, pica-paus, entre outras. Entre os mamíferos, 12 espécies foram encontradas, sendo os principais representantes as capivaras, cutias, ratos-do-mato, gambás-de-orelha-branca, tatus-galinha, cachorros-do-mato. Estima-se ainda que ocorra no local 32 espécies de répteis, sendo 3 espécies de cágados, 23 de serpentes, 5 de lagartos e uma anfisbena. Para peixes e anfíbios são necessários mais estudos, mas pela proximidade dos locais, pode-se afirmar que há similaridade entre as espécies encontradas no Rio Tibagi e parque Estadual Mata dos Godoy e as encontradas no Parque Dr. Daisaku Ikeda. Horário normal: Terça a Domingo: 8h às 17h Horário de verão: Terça a Domingo: 9h às 18h. O acesso ao Parque Ecológico Dr. Daisaku Ikeda é feito a partir de Londrina através da rodovia estudual asfaltada PR-218, Rodovia João Alves da Rocha Loures, com uma distância de aproximadamente 15 km a partir do centro da cidade .ÔNIBUS: Linha 260 - Usina Três Bocas (Apenas no Terminal do Acapulco).  N.Com | PML - Foto: Wilson Vieira

HISTÓRIA DO PARQUE MUNICIPAL ARTHUR THOMAS





O Parque localiza-se numa área de 85, 47 ha, doada à Prefeitura Municipal pela Companhia de Terras Norte do Paraná. Em 1988, passou por um processo de revitalização e conta hoje com atrativos como: um lago, uma usina (que fornecia energia elétrica para Londrina na década de 30), uma belíssima queda d'água e uma grande área de mata com trilhas para passeio, que existia na região. O parque é Administrado pela Secretaria Municipal do Ambiente. Rua da Natureza, 135 - Jd. Piza. PML - Foto: Emerson Zanoti


LONDRINA - RELOJÃO do Edifício América do Sul.

NEWS LONDRINA

O Relojão, instalado no alto do Edifício América, no centro de Londrina, foi construído na década de 60 
pela Fábrica de Relógios Dimep de São Paulo.  É um dos maiores do país, com 6,50 m de comprimento 
por 6,50 m de largura, e uma estrutura de suporte que mede 3,50 m. O Relojão é oco por dentro, há, 
junto aos ponteiros na parte interna, apenas um mecanismo de engrenagens de 40 a 60 cm. Seu
 funcionamento baseia-se em impulsos elétricos que a cada 60 segundos emite um sinal que faz
 mover os ponteiros do relógio. Os ponteiros são feitos de lata e ferro, os maiores medem 3 m 
e os menores 2,80 m.  De tempos em tempos o Relojão pára, em virtude de algum defeito que é 
resolvido pelo seu dono, o Sr. Urias Alves e pelo relojoeiro Ueda Tetsuo. Porém, algumas vezes 
o problema demanda mais tempo, como no caso de1990, quando foi preciso construir uma nova peça 
das engrenagens e outra quando um dos ponteiros foi quebrado por uma forte ventania.  O Relojão
 pode ser visto de vários pontos da cidade, principalmente do centro.  Edifício América do Sul.  
Av. Paraná, esquina com Av. Rio de Janeiro (início do Calçadão) Veja no mapa abaixo a localização do
 Relojão.   N.Com | PML - Foto: Emerson Zanoti